CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO

CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO
Top Model Guarujá fotos de Marinho Guzman

segunda-feira, 2 de março de 2020

47-921 - 940 do total de 1159 pensamentos na coleção de marinho guzman



Sonhos e pesadelos não acontecem só quando a gente dorme.

Pode ir dormir agora, mas não adianta sonhar com um Guarujá melhor. Em 2.013 certamente SS coisas não vão mudar e se mudarem não vai ser para melhor. Nem há chance dos nossos melhores sonhos se concretizarem.
Foram escolhidos os vereadores da legislatura para o quadriênio 2.013 a 2.017 e as alternativas para administrar a prefeitura são no
mínimo lamentáveis.
Parece que a única notícia razoável é a impossibilidade matemática de que o ex-prefeito Farid Madi possa ter sucesso nessa empreitada.
Somados todos os votos das possíveis alianças, descontados os desafetos, os descontentes, os inteligentes e os que já foram trocados e vendidos para apoio à outra candidata, Dona Maria Antonieta de Brito, restará, felizmente, uma derrota retumbante, humilhante e final, que certamente enterrará de vez o pesadelo que foi a era Farid Madi.
Apesar dos pesares durmo mais tranquilo, pelo menos hoje. Metade do meu sonho já se realizou. Foi o alijamento dessa grande parcela ruim que dominou a cidade por um tempo que embora breve pareceu uma eternidade.
Vou tomar um lanche leve, porque é sabido que dormir de estomago cheio é meio caminho para pesadelo, vou tentar digerir a composição do legislativo, que mais parece uma lista de suspeitos, se levadas em consideração as acusações que pesam ou já pesaram sobre eles.
Boa noite. Sonhe com os anjos porque os demônios continuaram articulando, se bem que a melhor palavra não fosse essa.

Marinho Guzman

   Dois pesos e duas medidas.

Às vezes me pego pensando, escrevendo e criticando as falhas morais das pessoas como se eu não tivesse nenhuma.
Certamente não é isso. Devo ter meus pecadilhos, dos quais não preciso falar, os outros que se encarreguem se tiverem coragem e competência.
Por enquanto vou dedilhando e criticando a falsidade, pecado que não tenho e nunca tive o privilégio. Digo privilégio porque quem é falso consegue esconder todos os outros defeitos sob uma aparente manta da santidade.
É falso que tem duas caras, que julga os outros e comete o mesmo pecado, quem usa dois pesos e duas medidas para avaliar a conduta dos demais.
É notório que amor com amor se paga, ladrão que rouba ladrão não deve ter cem anos de perdão e que quem parte, reparte e fica com a melhor parte quase sempre está metendo a mão onde não deve.
A balança da justiça amparada por uma mulher cega quer dizer que todo mundo deve ser julgado pelos mesmos parâmetros.

Marinho Guzman

    As coisas não mudam, a gente é que muda para as coisas.

Quando eu tinha quinze anos usar cabelos compridos era moda e os pais e mães da gente reclamavam muito.
Já se passaram muitos e muitos anos e os nossos filhos estão reclamando dos cabelos grandes e das ideias curtas dos netos.
Quando eu tinha vinte anos, as modelos eram magérrimas e não tinham peito. As peitudas eram sumariamente rejeitadas e se aparecesse uma estereotipada “tipo panicat” se apresentando como modelo poderia até ser tachada de masculinizada.
Quando eu tinha trinta anos era moda usar correntes e pulseiras do Guerreiro. Hoje quase todos os jovens usam, e o pessoal da minha geração abandonou os metais.
Quando meus pais eram jovens, tatuagem era coisa de marinheiro, presidiário e puta. Na minha época, era coisa de hippie e maloqueiro. Garotos com tatuagem não eram aceitos para servir o exército e as garotas legais fugiam dos tatuados como o diabo foge da cruz. Hoje as patricinhas trocam qualquer mauricinho por um musculoso tatuado e com a barba por fazer.
Hoje em dia as putas de verdade estão mais centradas no trabalho e não é qualquer puta que ostenta uma tatuagem bacana como a das modeletes, das periguetes e das modernetes, e a delas é sempre muito maior do que a dos molecotes.
Antigamente futebol era coisa de homem. Hoje muitas mulheres vão ao campo atrás de diversão, algumas atrás dos seus homens e a maioria atrás dos homens das outras mulheres.
As coisas não mudam, a gente é que muda é que a idade muda a gente.

Marinho Guzman

   Quem fala a verdade não merece castigo, mas vive tomando porrada.

Marinho Guzman

Alguns homens só são menores do que as suas mulheres se você não levar em conta os chifres...

Marinho Guzman

    Eu gosto do que todos gostam e só eu tenho.

Marinho Guzman
    

Os melhores

Na constante busca pelo melhor a gente sempre descarta o bom, o muito bom e até o ótimo.
Não raro a gente se arrepende e aí pode ser tarde demais.
O que fazer? Como fazer? Há maneira de errar menos?
Estamos sempre tentando fazer certo ou o mais certo.
Para isso usamos a razão e os sentimentos mas não conseguimos seguir sempre a verdade e ela nem sempre está com quem tem razão ou mais razão.
Nessa busca pelo melhor com o uso da razão e da verdade nós esbarramos com o direito e com o direito das outras pessoas.
Alguns de nós erramos mais, outros menos, mas todos erramos uma vez ou outra e a reparação do erro deve ser uma questão de honra, porque o erro pode ser perdoado mas quem fere os sentimentos das outras pessoas ou as prejudica, caminha sempre e a passos largos para o mau, o ruim e o pior.
Existe um velho ditado que diz:
-Seja bom, sempre bom, porque sendo bom serás amado e sendo amado serás feliz.

Marinho Guzman

    Fuja das encrencas e dos encrenqueiros
Quem não é o melhor não precisa ser o pior.
Esteja sempre atento a indícios de mau-caratismo.
Algumas pessoas até se recuperam, mas a índole animal pode persistir camuflada.
Não há tempo para errar e alguns erros são irreparáveis, podendo atingir pessoas queridas.
Fuja de encrenca e dos encrenqueiros, esse é o melhor remédio.

Marinho Guzman

    A censura dos mamilos na internet e o pudor nosso de cada dia.

A maioria das mulheres de qualquer idade que tem peitos bonitos, e isso hoje em dia quer dizer quase sempre avantajados, gosta de exibi-los em qualquer circunstância nos decotes generosos, nas transparências diáfanas ou nas roupas colantes.
A diferença para as mulheres, do que é bonito e deve ser exibido e do que não pode aparecer são os mamilos.
Não consigo entender o porquê disso e a monumental vergonha que algumas delas alegam quando parte de um mamilo aparece, marca a roupa ou escapa desavergonhadamente do biquíni com uma onda maior.
Os mamilos estão definitivamente banidos do Facebook e das redes sociais pelos seus responsáveis, como prova de que a moralidade deve ser preservada.
Eu, da minha parte, meteria os peitos em qualquer discussão onde se dispusesse discutir esse fenômeno da intolerância com a exibição dessa pequena parte da mama e a permissividade da exibição cabal da peitaria siliconada ou não.
Numa época as mulheres queimaram os sutiãs como forma de protesto pelo que seria um símbolo da submissão feminina. Alertadas pela experiência, pela idade e pela física, voltaram a usá-lo e até a aperfeiçoá-lo com o tal de bojo que cobre, sustenta, acomoda ajeitando e protege os mais frágeis, pequenos e caídos de toda natureza.
Isso posto, gostaria que todas as minhas verdadeiras amigas do Facebook se manifestassem a respeito.
Ou será que amiga não é para essas coisas?

Marinho Guzman

Certas amizades primeiro perdem a qualidade depois a validade...

Marinho Guzman

A gente descobre o futuro observando bem o passado.

Cavalos lerdos e mulheres ligeiras, transformam qualquer relacionamento numa barbada.
Na gíria do turfe, barbada é quando a gente já sabe o resultado antes mesmo da largada.

Marinho Guzman

O amigo da onça.

Amigo da onça é aquele “amigo” que vive deixando você em situações pouco confortáveis, só lembra de você para pedir alguma coisa e para ele você é apenas mais um.
Faça um favor para você. Identifique o amigo da onça e deixe a amizade dele para os outros.
Afinal, você não é uma onça!

Marinho Guzman


Prioridade
Quando a gente nasce, a prioridade é respirar.
O tempo passa, a gente vai crescendo e as prioridades se sucedem e mudam.
Há quem dê preferência à cultura do físico, outras promovem mais a cultura intelectual.
Muitos se esquecem da parte espiritual ou lembram mais de pedir graças do que de agradecer por elas.
Salvo raras exceções, ter parcimônia em todas as coisas torna a vida uma coisa balanceada, homogênea, sem altos e baixos, diriam alguns, morna.
Por excelência, a maioria das pessoas é mediana e suas prioridades semelhantes.
Quase todos sabemos ler, escrever, calcular e resolver problemas de dificuldade media.
Circula na internet uma frase de autoria desconhecida que diz: “Não trate com prioridade que o trata como uma opção”.
Quem sabe administrar com inteligência as suas prioridades tem sempre um lugar de destaque para a pessoa amada e isso conduz a outra palavra que também é uma atitude. A reciprocidade.
Amor com amor se paga, diz o outro ditado.
E isso nada tem a ver com obrigação.

Marinho Guzman

Nem vem dando uma de última bolacha do pacote porque sou eu quem está com a faca e o queijo na mão!

Marinho Guzman

Do jornalista Marinho Guzman a respeito das eleições Municipais no Guarujá.

Qualquer um que perca eu fico satisfeito
Marinho Guzman

Marinho Guzman
 
Todas as profissões são dignas.

Mas, sempre tem um ou outro “mas”.
Algumas profissões são mais dignas do que as outras e via de consequência existe as menos dignas.
Estava pensando na profissão de dançarina de programa de televisão.
Que me perdoem os erros e a avaliação, o que pode ser interpretado como preconceito.
Nem se fale de mau juízo, de vez que essas moças são de fazer qualquer um perder o juízo.
Tenho notícias de que elas ganham cerca de R$250,00 por programa.
Note que estou falando em dançar durante o programa e não em fazer programa ou transar, como diriam os bem mais velhos, explorando o próprio corpicho...
Acho R$250,00 muito pouco! E para quem pudesse imaginar que eu iria fazer qualquer crítica a essas mulheres maravilhosas, de beleza estonteante, quero deixar claro que como jornalista profissional cuja categoria está agora protegida por legislação específica, gostaria de lançar aqui um movimento para a regulamentação e exigência, digamos... de atestado de capacitação para dançar em programas de televisão.
Dizem as más línguas, que jornalista é pior que puta. Não acho, há putas e putas e jornalistas e jornalistas.
Nunca conheci nenhum ou nenhuma que tivesse acúmulo de funções... Se você conhecer uma me apresenta tá!
Mas como se diz por aí, que há, há...
Minhas saudações às dançarinas de programas de TV.
Quanto a nós, jornalistas, vamos continuar lutando para ganhar R$250,00 por artigo porque nem todo mundo é como meu amigo Valdir Dias. Grande jornalista, puta velha e que faz um excelente programa.

Marinho Guzman

Eu nunca desejo a desgraça dos meus inimigos porque assim que ela chega eu não preciso ter remorso.

Marinho Guzman

As balas perdidas, os alvos perfeitos e o marreco.
Nem só de pão vive o homem, especialmente no Guarujá.
Aqui leva bala mesmo!
Aqui, político polêmico suspeito, político polêmico e político sem palavra tem tido vida curta.
Por aqui não há bala perdida, tem alvo certo e muitas vezes o cara atira no pato e acaba acertando o marreco...

Marinho Guzman

Timidez.
Clica! Cutuca! Deixa aquela mensagem que você tem vontade mas não deixa porque...porque...sei lá porque.
Há tantos porquês...
A gente faz ou deixa de fazer as coisas que passado o momento deixam de ser importantes porque nunca foram, ou porque a gente achou que não seriam, ou que poderiam ser inoportunas...
Lembro-me de uma história onde um cara tímido foi atendido por uma balconista, no departamento de luvas de um grande magazine. A moça deixou-o realmente impressionado pela beleza ou por aquele algo que lhe chamou muito a atenção.
Tímido, dia após dia ele entrava na loja e pedia à balconista outra luva. O inverno acabou e ele, vez ou outra, entrava na loja e comprava outra luva.
Nem ele, nem a balconista ousavam trocar qualquer palavra que não fosse a respeito da cor ou do tamanho da luva... Timidez, provavelmente.
As compras eram tão desnecessárias que ele nem mais abria os pacotes.
Alguns meses depois ele morreu. Morreu triste e deixou um bilhete, explicando que a timidez o tinha impedido de trocar algumas palavras com aquela moça que lhe inspirava um sentimento tão diferente.
Parentes encontraram o bilhete e as os pacotes de luvas intocados.
Alguém em determinado momento,resolveu abrir aqueles pacotes para dar um destino às dezenas de luvas, muitas delas iguais.
Qual não foi a surpresa, ao encontrar um bilhete numa das caixas. Era daquela balconista anônima, confessando a própria timidez em dirigir-lhe a palavra e a confissão de que aqueles breves momentos em que ele estava com ela lhe despertaram um sentimento que parecia amor.
Lembro-me de uma frase muito repetida pelo meu pai.
- Antes da hora é hora. Na hora, ainda é hora. Depois da hora, não é mais hora.

Marinho Guzman
  
Quanto vale um jornal ?
Se for pela tiragem, alguns valem menos do que um rolo de papel higiênico, se for pelo conteúdo menos que merda...

Marinho Guzman

Nenhum comentário:

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá
COMPRE NA NOSSA LOJA VIRTUAL-CLIQUE AQUI