CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO

terça-feira, 21 de março de 2017

Ver o presente é como seria ver o futuro no passado.

Quando eu tinha uns trinta anos, minha amiga Mirian, a Miroca, entendidíssma na arte de consultar adivinhos, me levou conhecer muitas cartomantes, quiromantes, jogadoras de búzios e mágicas outras, que prometiam ver tudo o que acontecia na nossa vida financeira, sentimental, e o que nos reservava o futuro.
Não me lembro do nome das estranhas figuras, mas seus “consultórios” variavam de espeluncas a casas de luxo. As consultas nunca eram baratas e eu nunca consegui confirmar nada, nem acreditar em nada.
Ainda assim era divertido e fazíamos uma peregrinação mensal, eu acreditando cada vez menos e a Miroca ficando com a cabecinha cada vez mais atrapalhada. 
Tão atrapalhada como a vida dos pretendentes que ela desejava investigar, e olha não eram poucos, pois ela era sem dúvida, uma das garotas mais bonitas da cidade.
A beleza da Miroca era tanta e fez tanto sucesso, que a levou conhecer gente importante e muito rica. Conheceu por exemplo um sultão árabe, que depois se descobriu, era mais contrabandista que sultão e que apesar da linhagem árabe, tinha vindo do Paraguai tendo começado como mascate em Foz do Iguaçu.
Uma das provas de que a Miroca era inteligente, apesar de ser loira, é que ela sempre me manteve longe das suas pernas e fraternalmente perto do coração.
Não vejo a Miroca faz uns vinte anos. Soube que ela mora na Praia Grande, nunca se casou e agora cuida de cachorros abandonados. 
Certamente ela não teria imaginado que seu futuro seria como é, e nenhuma cartomante lhe contou que tantas exigências com os homens iriam levá-la a ser amada mais por cachorros que latem, do que pelos a cortejaram na época.
Mas voltando ao passado que hoje é o presente, e lembrando das adivinhações, tenho certeza que eram todas embromações porque nada daquilo aconteceu como vaticinado.
Pensando bem, naquela época eu nunca imaginei como eu seria agora. E agora, eu sei como sou, ou, pelo menos, acho que sei….
Mas a respeito da curiosidade das mulheres, e à sua invariável dependência das cartomantes, quem acertou mesmo foi a Tânia minha namorada na época, que apesar de não ser muito amiga da Miroca vivia trocando endereços de “óóóóótimaaassss” advinhas. A Tânia foi aconselhada pela Madame X a terminar o namoro comigo porque eu era cafajeste, bêbado, mulherengo, sem futuro e outros predicados, que eu certamente tinha e até cultivava na época. Aliás, era só olhar na minha cara, não precisava nem fazer força nem ler a mão. 
Acertou a Tânia que me deu um pé na bunda, me trocou por um milionário e continua até hoje com uma vida de conto de fadas.
A verdade das verdades é que nem eu nem ninguém da minha turma conseguimos vislumbrar e predizer o futuro. 
Vejo como eles e elas eram, como ficaram e na época ter certeza desse futuro teria sido causa para uma depressão certeira, precoce e possivelmente fatal.
Quem aí vai me dizer que teria imaginado e acertado como seria o próprio futuro? Quem é hoje como se imaginou há quarenta anos?
A certeza do futuro que eu não tive no passado hoje eu tenho. 
E o futuro? Daqui a uns trinta anos estarei feliz e em paz.
Bem vamos deixar o feliz de lado, estarei em paz….


Nenhum comentário:

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá
COMPRE NA NOSSA LOJA VIRTUAL-CLIQUE AQUI