CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO

segunda-feira, 15 de abril de 2013

A vida é curta...

A gente nasce, cresce, apanha  para aprender a viver bem e morre.
Alguns nem chegam a viver bem e colocam fim à própria vida. Não há uma explicação lógica para isso. Existem várias,  as causas são muitas, quase sempre passando pela depressão, doença que mata e maltrata.
Se você suspeita que alguém do seu convívio possa estar com depressão, não titubeie em ajudá-la. Muitas pessoas não sabem que tem e a maioria reluta em pedir ajuda.
Mas o assunto é vida.  
A vida é curta.
Não há quem tenha uma boa vida que não ache que oitenta ou noventa anos são poucos para se viver.
O certo é que todas as fases da vida têm seu encanto e muitas vezes nos reportamos à juventude como a melhor delas.
Bebês são sempre alegres, crianças são sempre agitadas, adolescentes são sempre rebeldes, moços e moças pensam que já sabem tudo quando começam a beber, a amar e a transar.
Tem gente que passa por todas essas fases sem perceber que aos trinta anos ainda podem ter o dobro disso para aproveitar ou se arrepender pelas escolhas que fizerem.
Não há em vida, o que não tenha caminho de volta, mas a vida foi feita para ir adiante, para subir degraus e não para descer. Ao contrário de uma escada, a volta pela descida é sempre mais difícil e pode ser triste.
Se você conhece algum jovem que trilha o caminho das drogas insista em ajudá-lo. Muitos não sabem ou não querem, mas precisam desesperadoramente de toda ajuda.
Aos quarenta anos a maioria das pessoas tem mais da metade da sua historia escrita. Para alguns se parece como um conto de fadas, para outros um romance. Alguns vivem verdadeiros dramas e uns poucos têm uma trajetória que é um filme de horror.
Nessa época a maioria já casou, descasou, gerou filhos e embora não percebam, as crianças são quase sempre o retrato dos seus pais. Meu avô sempre dizia: - Os filhos serão, aquilo que os pais queiram que eles sejam. Se você discorda é porque não sabe, ou não soube educá-los e porque não conheceu meu avô.
Aos sessenta anos os que ainda não perceberam que a vida é curta finalmente se dão conta, que se fossem um carro não teriam mais combustível para a volta. Aliás, nem poderiam ir muito longe. Combustível pouco, mais manutenção e menor velocidade.
Queiram ou não, o organismo é como uma máquina que responderá de acordo como foi usada.
Quem exigiu demais agora vai ter mais problemas. Quem viveu a vida mais devagar, com mais calma pode ter certa vantagem, ainda que sem nenhuma garantia.
E mais não escrevo porque não sei como será daqui para frente. Só sei que a vida parece curta demais para quem como eu, tem saúde e gente querida por perto.
Espero, nos próximos trinta anos tê-los como leitores e aí eu conto tudo de bom que estarei certamente vivendo com a minha querida Amanda Palma.
A vida é curta. Curta a vida!

Nenhum comentário:

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá
COMPRE NA NOSSA LOJA VIRTUAL-CLIQUE AQUI