CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Acidente com navio de cruzeiro força retirada de mais de 4.000 na Itália- "Costa Concordia"

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Atualizado às 23h17.
Cerca de 4.200 passageiros foram retirados às pressas de um transatlântico que navegava na costa da Itália na noite desta sexta-feira, depois que a embarcação encalhou e começou a afundar, segundo informações da imprensa italiana.
"Os passageiros não correm perigo, uma missão de resgate está em andamento", informou a Guarda Costeira italiana no porto Isola del Giglio, ao sul da Toscana, enquanto os passageiros eram retirados em botes salva-vidas do navio de cruzeiro Costa Concordia.
Segundo a agência de notícias France Presse, o navio teria encalhado em um banco de areia, o que causou a abertura de uma rachadura na estrutura, deixando a embarcação inclinada. Pouco depois, 4.231 passageiros foram levados à ilha de Giglio.
O Itamaraty informou à Folha, por telefone, que até o momento as autoridades italianas não informaram a Embaixada do Brasil em Roma sobre a presença de brasileiros no navio.
Também não houve nenhum "pedido direto" de auxílio, isto é, nenhum brasileiro procurou ajuda diretamente, acionando a embaixada. Até o momento, diz o Itamaraty, a informação sobre a eventual presença de brasileiros no navio circula de forma extra oficial.
Equipes da Guarda Costeira e de resgate participaram da operação de retirada de todos que estavam a bordo.
A empresa responsável pelo navio, baseada em Gênova, indicou que a retirada "estava quase terminada" e destacou que "até o momento não é possível definir as causas do problema.
O "Costa Concordia" zarpou do porto de Civitavecchia e se dirigia à Savona para uma viagem de uma semana pelo Mediterrâneo.
O prefeito de Giglio, Sergio Ortelli, disse que iniciou preparativos para receber as milhares de pessoas na ilha.
Luciano Castro, que testemunhou o acidente, disse que os passageiros "estavam jantando quando acabou a luz, sentiram uma batida e caíram no chão".
Quando voltou a luz, o comandante da embarcação anunciou avarias no gerador de energia e garantiu um conserto rápido, mas alguns dos passageiros perceberam que o barco começava a se inclinar de lado.
De acordo com o relato, a tripulação então chamou a todas pessoas a bordo para que vestissem coletes salva-vidas. Minutos depois os passageiros ouviram sete alarmes curtos e um longo, determinando que deixassem o navio imediatamente.

Nenhum comentário:

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá
COMPRE NA NOSSA LOJA VIRTUAL-CLIQUE AQUI