CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Correu sangue de puta ninguém segura


Clique na foto para ampliar


Correu sangue de puta ninguém segura.

Antes de escrever uma crônica ou qualquer coisa parecida, jogo no Google para ver o que pensam ou alguém pensa a respeito dessa minha idéia.
Como de outras vezes, a frase acima “correu sangue de puta ninguém segura” apareceu na minha cabeça do nada.
Quem dizia isso era meu falecido amigo Alemão.
Quem conheceu o Alemão sabe que ele era “o cara”.
Alto, forte, bonito, coração boníssimo, bem cafajeste, totalmente bronco e corno até o último fio de cabelo.
Ele nunca viria a ser careca.
Tinha paixão por mulheres bonitas, gostosas e de situação financeira melhor que a dele. Isso ampliava muito sua possibilidade de escolha pois ele sempre foi duríssimo.
Ivandro Pedro Ivanove, que Deus o tenha, morreu em 1975 ou 1976.
Devia ter uns 33 anos, portanto uns oito a mais que a maioria de nós que andávamos com ele.
Mais velho, mais experiente, mais duro, muito mais alto, bonito e forte, pegava as melhores garotas.
As mais bonitas, mais gostosas e mais periguetes como as chamaríamos hoje, que se dispunham a sair conosco em nossas velozes Hondas 750cc.
O alemão tinha uma sete galo como nós. A diferença é que a dele era mais velha, mais feia, muito mais suja, com pneus carecas e sempre sem gasolina.
A troco de um almoço e um tanque cheio o Alemão fazia grande sucesso com as garotas mais bonitas, mais gostosas, mais burras e muito mais piranhas, que não titubeavam em pegar grana dos seus pais ou com seus namorados pra gastar com ele.
Elas inclusive trocavam de namorado, mais do que o Alemão trocava de calça.
Sua calça de veludo liso, preta e boca de sino, muito na moda naquele tempo, tinha até um apelido “a espanhola” dizia ele. “Simpre la misma...”
O Alemão só tinha duas calças. Era a espanhola e uma calça de jeans desbotado pelas constantes lavagens á noite, para ser usada novamente no dia seguinte.
Invariavelmente ele a secava no ferro de passar.
Grande alto, forte, bonito carismático e corno. Esse era o falecido amigo Alemão.
Tão grande e forte que ninguém se aventurava a brigar com ele.
Nós amigos baixinhos, podíamos aprontar á vontade na rua e nas boates pois qualquer problema ele resolvia com um simples grito “qui qui é? Vai encarar?"
Ninguém encarava!
Poucas vezes vi o Alemão brigar. Ele resolvia quase tudo no grito. Ninguém queria encarar.
Voltando às garotas bonitas e gostosas, todas se apaixonavam pelo seu jeitão e todas o corneavam. Ele não ligava... parece que lhe servia o ditado que diz “o homem sem chifres é um animal sem armas.”
Joguei a frase no Google “correu sangue de puta ninguém segura”. Nada!
Será que ninguém nunca escreveu nada a esse respeito?
Conheci centenas de garotas na minha vida, que pareciam ter sangue de puta. Bonitas, gostosas e pouco fiéis.
Quanto mais legal o namorado, mais chifre elas colocaram.
Bem, tá certo que chifre é uma coisa que elas colocam na nossa cabeça ou a gente mesmo coloca.
O certo é, que perto de mulheres bonitas e gostosas muitos chifres podem rolar.
Ninguém quer comer a gordinha feia e pobre da loja do lado. Já as gostosas que andam de calça branca justíssima, de biquíni no calçadão e vão de mini saia até na Igreja, têm grande “audiência”. Todo mundo quer comer uma gostosa seja ela ou não mulher de um “amigo”.
E já sabe, correu sangue de puta ninguém segura.
Nasceu para ser “vagaba” pode ter o amor e a segurança que qualquer homem vier a dar que ela também vai “dar”.
Meu amigo Alemão não ligava mesmo para ser corno. Seu ditado preferido era: - Gato com fome come até laranja.
O Alemão tinha um grande apetite por gostosas de todo o gênero e sabia...
Água morro abaixo, fogo morro acima e mulher quando quer dar, ninguém segura! Correu sangue de puta... ninguém...
Será que ninguém escreveu sobre isso para estar no Google???
Ôôô... lembrança boa essa do meu falecido amigo Alemão.

Marinho Guzman

2 comentários:

Anônimo disse...

Alemão! onde você estiver, e com certeza o lugar é fantastico como você, muito obrigado pela sua amizade enquanto esteve por aqui, um amigo inesquecivel, avis rara hoje em dia.
Agente se vê Alemão, grande abraço meu amigo!
Landinho Ferri

Anônimo disse...

Ivandro!!!!Já se foram muitos carnavais depois daquele tão definitivo nas nossas vidas...Eu não tinha nem uma foto, mas sua alegria e sua imagem ainda existem impressas em mim! Pensei em vc... coincidência? Entrei no google e te achei!!! Obrigada Marinho por me proporcionar esse encontro!! Mas quero te dizer que nem todas foram putas, nem todas foram "usadas" pelo nosso amigo...HOUVE UM GRANDE AMOR!!

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá
COMPRE NA NOSSA LOJA VIRTUAL-CLIQUE AQUI