CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA à MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS DO MUNDO

quarta-feira, 22 de março de 2017

Como posso te chamar de amiga se um dia e chamei de amor?

Acho que as palavras amar e amor não têm só um significado nem podem ser bem definidas fora do contexto do tempo.
Quem pode garantir que uma namorada do passado tenha sido ou não um amor?
Tenho duas ou três amigas aqui no Facebook que foram minhas namoradas. Não teclo com elas mas curto algumas postagens e fico feliz de revê-las nos caminhos que escolheram.
Certamente eu posso chamar de amiga quem um dia eu chamei de amor.

terça-feira, 21 de março de 2017

Ver o presente é como seria ver o futuro no passado.

Quando eu tinha uns trinta anos, minha amiga Mirian, a Miroca, entendidíssma na arte de consultar adivinhos, me levou conhecer muitas cartomantes, quiromantes, jogadoras de búzios e mágicas outras, que prometiam ver tudo o que acontecia na nossa vida financeira, sentimental, e o que nos reservava o futuro.
Não me lembro do nome das estranhas figuras, mas seus “consultórios” variavam de espeluncas a casas de luxo. As consultas nunca eram baratas e eu nunca consegui confirmar nada, nem acreditar em nada.
Ainda assim era divertido e fazíamos uma peregrinação mensal, eu acreditando cada vez menos e a Miroca ficando com a cabecinha cada vez mais atrapalhada. 
Tão atrapalhada como a vida dos pretendentes que ela desejava investigar, e olha não eram poucos, pois ela era sem dúvida, uma das garotas mais bonitas da cidade.
A beleza da Miroca era tanta e fez tanto sucesso, que a levou conhecer gente importante e muito rica. Conheceu por exemplo um sultão árabe, que depois se descobriu, era mais contrabandista que sultão e que apesar da linhagem árabe, tinha vindo do Paraguai tendo começado como mascate em Foz do Iguaçu.
Uma das provas de que a Miroca era inteligente, apesar de ser loira, é que ela sempre me manteve longe das suas pernas e fraternalmente perto do coração.
Não vejo a Miroca faz uns vinte anos. Soube que ela mora na Praia Grande, nunca se casou e agora cuida de cachorros abandonados. 
Certamente ela não teria imaginado que seu futuro seria como é, e nenhuma cartomante lhe contou que tantas exigências com os homens iriam levá-la a ser amada mais por cachorros que latem, do que pelos a cortejaram na época.
Mas voltando ao passado que hoje é o presente, e lembrando das adivinhações, tenho certeza que eram todas embromações porque nada daquilo aconteceu como vaticinado.
Pensando bem, naquela época eu nunca imaginei como eu seria agora. E agora, eu sei como sou, ou, pelo menos, acho que sei….
Mas a respeito da curiosidade das mulheres, e à sua invariável dependência das cartomantes, quem acertou mesmo foi a Tânia minha namorada na época, que apesar de não ser muito amiga da Miroca vivia trocando endereços de “óóóóótimaaassss” advinhas. A Tânia foi aconselhada pela Madame X a terminar o namoro comigo porque eu era cafajeste, bêbado, mulherengo, sem futuro e outros predicados, que eu certamente tinha e até cultivava na época. Aliás, era só olhar na minha cara, não precisava nem fazer força nem ler a mão. 
Acertou a Tânia que me deu um pé na bunda, me trocou por um milionário e continua até hoje com uma vida de conto de fadas.
A verdade das verdades é que nem eu nem ninguém da minha turma conseguimos vislumbrar e predizer o futuro. 
Vejo como eles e elas eram, como ficaram e na época ter certeza desse futuro teria sido causa para uma depressão certeira, precoce e possivelmente fatal.
Quem aí vai me dizer que teria imaginado e acertado como seria o próprio futuro? Quem é hoje como se imaginou há quarenta anos?
A certeza do futuro que eu não tive no passado hoje eu tenho. 
E o futuro? Daqui a uns trinta anos estarei feliz e em paz.
Bem vamos deixar o feliz de lado, estarei em paz….


terça-feira, 14 de março de 2017

Nos caminhos mais fáceis sempre tem mais gente.

Gente bonita, gente descolada, gente bem vestida, gente que sabe aproveitar o que é bom.
O som alto e o open bar e a bebida farta atraem irresistívelmente.
Mas na vida sempre vai haver conta a ser paga, mesmo que não seja no fim dessa festa.

quarta-feira, 8 de março de 2017

Mulheres independentes.

Homem inteligente encara a emancipação das mulheres como uma benção.
Temos quem resolva os problemas no banco, quem faça o roteiro para as próximas férias e até quem ajude a pagar as contas.
Mulher independente e articulada compra muitas revistas dirigidas às mulheres. 

Elas trazem, fotos de modelos e atores maravilhosos às vezes com pouca roupa, abdômen saradíssimo, apologia das preliminares, dos jogos eróticos dos orgasmos múltiplos e até lições de economia.
Acho que os orgasmos múltiplos e os fingidos podem ser proporcionais.
Revistas masculinas e femininas são muito mais para ver que para ler. Levar para cama esses deuses e deusas e ter esses orgasmos, só sonhando, com a revista debaixo do travesseiro.

Hoje em dia as mulheres também escolhem quem, como e quando.

Ai que saudade das antigas, das velhas e boas trepadas…. 
Hoje, se não tiver música, incenso, meia luz, lingerie nova e mais preliminar do que show da Madonna, você pode ficar mesmo na mão.
Em um segundo ela pode levantar da cama e dizer simplesmente.
- "Não dá! Você não é nada romântico!"
Se você tiver tomado um Viagra dançou. Se for Cialis ainda tem umas 20 horas para tentar de novo e fazer valer….

Agora quem finge que está “indisposto" são os homens. 

Inventaram estresse do trânsito, das contas atrasadas, da bolsa de valores, síndrome do pânico, da dispensa do trabalho, além do velho medo de falhar.
Dor de cabeça, essa cuidado, pode ser verdadeira, bem nos chifres, potencializada por toda essa emancipação.
Quando a mulher emancipada resolve trocar o velho por um novo é foda. Ela fode, te fode e invariavelmente se fode. Acaba achando um mais novo e mais tranqueira, mas aí você já dançou.

Se a mulher emancipada é rica, essa coisa de homem mais novo pode funcionar bem e por mais tempo…. Ou não…. Como provam as "Marilias Gabrielas", “Anas Marias” e “Suzanas”.
Mulher e balada tem toda uma história em comum. Elas “adoooorammm” dançar.

Minha recomendação, se você botar fé no seu taco, ou se não tiver outro jeito, é deixá-la conversar muito, sair com as amigas e até ir a shows e baladas. Assim que ela vê como a concorrência é brava, como age a molecada, como as amigas sofrem mais do que se divertem.

Para ir às baladas, as moçoilas passam o dia se enfeitando, metade da noite esquentando um tempo chacoalhando e o resto da semana lamentando.

No dia seguinte…. O resultado…. As amigas nem esperam para se encontrar. 
O telefone é o confessionário moderno…. 
A ressaca alcoólica e moral tem espaço garantido no whatsapp... na conta do telefone…. Mas só até o próximo esquenta.

O certo é o que diz o ditado, mulher precisa ter três homens. 

Um para o cheque outro para o chique e outro para o choque.
Será que você aguenta? Será que vale por três?
Hoje é dia delas, mas que dia não será? 
Elas podem não ser o centro do Universo mas que está perto disso está.

A todas as minhas amigas, feliz Dia das Mulheres.
Especialmente à minha, essa centro do Universo e da minha vida, Amanda Palma

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá

Miss Guarujá-Biquinis Guarujá
COMPRE NA NOSSA LOJA VIRTUAL-CLIQUE AQUI